O que é infraestrutura de TI? – Confira seus 3 principais componentes!

O que é infraestrutura de TI? Como funciona esse tipo de infraestrutura? Quais são os itens que compõem essa infraestrutura? Como funciona consultoria de TI? No conteúdo de hoje, vamos abordar um assunto muito pesquisado no campo da Tecnologia da Informação: a infraestrutura de TI. Portanto, caso você deseje entender de forma mais completa o que é infraestrutura de TI, recomendamos que nos acompanhe até o final do conteúdo. Vamos lá, leia conosco!

O que é infraestrutura de TI?

infraestrutura de TI

Afinal, o que é infraestrutura de TI? Por definição podemos entender como infraestrutura de TI a combinação de software, hardware, serviços de rede e recursos necessários que permitem que uma empresa opere e seja gerenciada.

Então, quais são os componentes de uma infraestrutura de TI?

1. Hardware

Inclui os componentes físicos de uma infraestrutura de TI como PCs, data centers, switches, servidores, roteadores e todos os equipamentos necessários para suportar a operação dos dispositivos e máquinas que a empresa possui.

Além disso, as instalações usadas para abrigar e alimentar um data center também podem ser consideradas parte da infraestrutura de TI.

2. Softwares

Refere-se a todos os aplicativos usados por uma empresa tanto para a prestação de serviços aos clientes quanto para seu funcionamento interno e inclui servidores web, sistema operacional, sistemas de gerenciamento de conteúdo, planejamento de recursos empresariais, aplicativos de produtividade e muito mais.

Destes, o sistema operacional é o software mais crítico que gerencia o hardware e conecta os recursos físicos ao ecossistema de rede.

3. Internet

Os componentes de rede interconectados são indispensáveis para estabelecer comunicação externa e interna entre todos os dispositivos e elementos de uma infraestrutura de TI. Em outras palavras, a rede inclui todos os elementos de software e hardware necessários para habilitar a segurança, a conectividade com a Internet e o firewall.

Uma vez que os pontos de acesso à infraestrutura de TI sejam rigorosamente estabelecidos e controlados, a rede reduz significativamente o risco de roubo de dados, garantindo que apenas pessoal autorizado tenha acesso aos dados transferidos e armazenados.

Quais são os domínios de infraestrutura de TI?

Já sabemos o que é infraestrutura de TI, mas e quais são seus domínios? Há sete domínios no total que definem uma infraestrutura de TI, vamos ver quais são:

●   Domínio do usuário: como o nome sugere, o domínio do usuário inclui todos os usuários (tanto internos quanto externos à organização) que têm acesso às informações da empresa contidas na rede;

●   Domínio da estação de trabalho: o domínio do local de trabalho abrange todos os dispositivos, incluindo PCs, usados pelos usuários e representa como eles interagem com a infraestrutura de TI;

●   Domínio LAN: o domínio LAN (Local Area Network) inclui todos os elementos que compõem a rede local, como roteadores, hubs, estações de trabalho, Wi-Fi, switches e pontos de acesso;

●   Domínio WAN: WAN (Wide Area Network) é o sistema que conecta todos os dispositivos em longas distâncias e inclui tanto linhas semi privadas quanto a Internet;

●   Domínio de LAN para WAN: o domínio LAN-to-WAN indica o limite onde os dois domínios se conectam. As zonas LAN e WAN são separadas por um firewall;

●   Domínio de acesso remoto: em um domínio de acesso remoto, como um funcionário ou fornecedor de smart working, ele trabalha na rede local da empresa fazendo login remotamente com a ajuda de uma VPN, em vez de fazer login no escritório;

●       Domínio do sistema/aplicativo: o domínio do sistema/aplicativo representa os aplicativos e tecnologias usados para conduzir suas atividades comerciais e inclui servidores acessíveis ao usuário, como bancos de dados e e-mail.

O que é gerenciamento de infraestrutura de TI?

E o que é gerenciamento de infraestrutura de TI? O termo nos traz a compreender a organização de todos os componentes que mencionamos anteriormente, ou seja, operacionais, técnica e físicos, que são usados por uma corporação visando um resultado final, além de atividades diárias: dados, software, hardware, processos, políticas, equipamentos e estruturas.

Levando em conta toda a complexidade que uma infraestrutura de TI possui, é comum que este único setor ainda seja separado em três diferentes classificações, buscando assim uma melhor compreensão final: gerenciamento de rede, gerenciamento de sistemas e gerenciamento de armazenamento.

Por que é necessário gerenciar a infraestrutura de TI?

E por que é necessário gerenciar a infraestrutura de TI? Quando você tem uma estratégia da empresa alinhada com um bom gerenciamento de infraestrutura de TI, naturalmente a tecnologia acaba sendo usada como uma grande “arma” ou “ferramenta”, como quiser chamar, para todo o grupo empresarial.

Assim, ao invés de gerenciar e analisar todo o seu negócio de forma separada e individual, através da ajuda da tecnologia você pode juntar todas as fases de TI da empresa, resultando em um gerenciamento único com apps, servers, armazenamento comum, sistemas de segurança e redes em geral.

O principal intuito disso tudo é trazer maior controle e estrutura a todas as funcionalidades que ficam como detentores de diversas ações técnicas, essas que podem ser realizadas tanto em ambientes virtuais quanto físicos.

Vale ressaltar, até mesmo como benefício, que o gerenciamento auxiliam na redução de trabalho dobrado, melhorando a velocidade com que as informações são enviadas e recebidas, seguindo a regulamentação de cada setor, reduzindo os custos financeiros dentro do setor de TI da empresa, e, por fim, aumentando significativamente a produtividade de toda a empresa. Até a próxima!

Deixe um comentário